Metodologia ativa, tecnologias digitais e a BNCC: uma prática no ensino infantil e fundamental

Eliane Marques dos Santos (Org.)

Até que ponto um ensino baseado em competências representa uma melhoria para o processo de aprendizagem? Esse ensino é mais focado nas capacidades cognitivas do que na aquisição de conhecimento, uma vez que o desenvolvimento de capacidades de forma prática, demonstrando que o que se aprende serve para poder agir de forma eficiente diante de uma situação real e contextualizada. Para isso, não basta mudar os nomes dos objetivos educacionais e continuar focado em listas de conteúdos conceituais. É preciso para difundir tais princípios pedagógicos superar uma visão centrada em conteúdos temáticos para uma visão centrada nos alunos. Entendemos que a resposta ao que se deve ensinar? Está no desenvolvimento de capacidades, conhecimentos, habilidades, atitudes e valores, para que além da funcionalidade dos saberes, o que se aprende seja útil para a ação eficiente e determinada diante de uma situação complexa da realidade. É nessa perspectiva que apresentamos tais experiências relatadas nesta obra. O conhecimento obtido neste livro resulta de horas de estudos e prática de sala de aula resultantes da minha trajetória profissional, iniciada com o ensino de competências e habilidades, por meio das funções de Assessora de currículo da Secretaria Estadual de Educação (SEDUC) e professora da UFT, as quais ultrapassam dezesseis anos de ensino, pesquisa e extensão nessa área, com publicações voltadas para a formação inicial e continuada de professores. Experiência iniciada antes da aprovação da BNCC, quando essa perspectiva de ensino foi inserida no Referencial Curricular do estado do Tocantins (ano de 2004). Nessa trajetória do ensino de competências pude identificar por meio de formação de professores as principais dificuldades para colocar em prática essa abordagem de ensino. Os desafios em sua maioria se devem pela falta de aprofundamento teórico e prática de ensino, que possam subsidiar uma mudança de percepção e de postura como professor mediador de capacidades cognitivas. Tais desafios foram vencidos no PIBID/Pedagogia/Palmas pela intensidade de momentos formativos, práticos, avaliativos e reflexivos diante das atividades desenvolvidas.

Nº de pág.: 229

ISBN: 978-65-5917-156-9

DOI: 10.22350/9786559171569