Filosofia da natureza em debate

Roberto Roque Lauxen; José Carlos da Silva Simplício (Orgs.)

O livro propõe um debate em torno da categoria Natureza que, desde os gregos, permanece como uma das grandes questões filosóficas de base para compreensão do que chamamos realidade. Por um lado, reconhece que os filósofos gregos abordaram tal temática com grande originalidade, ora identificando Natureza e Realidade, entendida como Physis ou Kosmos (pré-socráticos), ora preconizando a Natureza como mero reflexo de essências suprassensíveis (metafísica). Por outro lado, admite que a partir do século XVII, face aos novos saberes empíricos produzidos pela nascente ciência galileana, a tradicional Filosofia da Natureza foi obrigada a redefinir seu estatuto epistemológico. Assim, temas tradicionais como os conceitos de natureza, tempo e espaço, ordem, movimento, causa, etc, passaram a ser repensados a partir de novos temas como intencionalidade, subjetividade, imaginação, vivência poética, bem como retratados a partir de novas abordagens. Aqui, o conceito de Natureza é explorado por pesquisadores que operam matrizes e metodologias filosóficas distintas. 

Nº de pág.: 102

ISBN: 978-65-5917-186-6

DOI: 10.22350/9786559171866